Começaram as obras no novo Campus de Saúde da Misericórdia

Vila Franca de Xira vai ter um Campus de Saúde, projeto que irá ocupar toda a área do antigo hospital da cidade e que é responsabilidade da Misericórdia de VFX, sua proprietária. A demolição de algumas das infraestruturas existentes já se iniciaram e as obras de requalificação começam brevemente.

No dia 16 de abril de 2021 foram assinados os contratos de demolição e fiscalização do edifício A, onde será edificada uma clínica ambulatória, bem como os contratos de requalificação e reabilitação do edifício onde vai nascer a futura UCCI. Está dado o primeiro passo para o que vai ser o Campus de Saúde da Misericórdia, um complexo que vai dinamizar social e economicamente a cidade de Vila Franca de Xira e que vai criar mais de duas centenas de postos de trabalho.
Neste ato formal de assinatura dos contratos estiveram presentes todas as empresas intervenientes no processo, bem como representantes da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional da Região de Lisboa e Vale do Tejo, todos os corpos sociais da Misericórdia, e diversos convidados
No complexo do Campus de Saúde vai ser instalada uma Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) com capacidade para 122 camas e uma nova Estrutura Residencial para Pessoas Idosas com 52 camas, estruturas que vão ser geridas pela Misericórdia.
Para chegar até aqui, foi necessário muito trabalho. “Foi um trajeto desafiante, com muitas pedras, com complicações inimagináveis para uma Mesa Administrativa totalmente desconhecedora destes processos e de tanta burocracia”, referiu Armando Jorge de Carvalho, Provedor da Misericórdia de VFX, na cerimónia de assinatura dos contratos.
Os últimos cinco anos foram exigentes para os responsáveis da Misericórdia, que levaram a cabo todas as diligências, procedimentos legais, burocráticos e fiscais necessários para que a obra pudesse acontecer e para que a Misericórdia conseguisse recorrer aos financiamentos e apoios imprescindíveis num investimento desta dimensão. Ao fim de 16 anos, também ficou resolvida a questão dos 22 lugares de garagem existentes no perímetro do hospital, tendo estes passado para a posse da Misericórdia, fazendo cumprir um protocolo existente.
A obra de requalificação das vias públicas e a sua manutenção serão responsabilidade da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, requalificação essa que irá favorecer a fluidez do trânsito na zona e em toda a cidade. A autarquia também confirmou, desde já, o apoio de 500 mil euros, verba que será disponibilizada com enquadramento no Programa de Apoio ao Movimento Associativo.
A par da demolição do edifício A, vão agora decorrer as publicações em Diário da República para a contratação pública da obra de edificação da clínica ambulatória, bem como para a sua fiscalização, uma vez que todos os projetos de arquitetura, especialidades e outros, já se encontram aprovados.
Em simultâneo, está já a decorrer o projeto de especialidades para a futura ERPI, no âmbito do programa PARES 3 da Segurança Social, tendo sido já aprovados pela Câmara Municipal, os projetos de arquitetura que permitiram concorrer a este programa.
Como disse o Provedor da Misericórdia no discurso da cerimónia de assinatura dos contratos: “Mais do que palavras, o momento é de avançarmos com obra!”. Por isso, vamos ao trabalho para que a obra cresça e engrandeça ainda mais a nossa instituição e Vila Franca de Xira.

Leia aqui o discurso do Provedor da Misericórdia VFX, por ocasião da assinatura dos contratos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *